MARIA CECILIA MANZUR

MARIA CECÍLIA MANSUR OLIVEIRA
DATA DE NASC. 13/06/1979
DRT: 21096

Atriz formada pela Escola Livre de Teatro e bacharel em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais.
Em viagem pela França em 2014 estagiou com o artista performático Olivier de Sagazan pesquisando a manipulação dos
objetos o conceito de desfiguração proposto pelo mesmo.

Durante o ano de 2012 e 2013 participou do intercâmbio promovido pela Casa Laboratório para as Artes do Teatro dirigida
por Cacá Carvalho com os artistas residentes Gey Pin, Silvia Pasello, Luis Alberto Alonso, Roberto Bacci. A extensão desse
projeto promoveu o estudo sobre Rei Lear, Shakeaspeare apresentado na montagem “A Ingratidão é Fria como Mármore”
dirigida também por Cacá Carvalho.

Há dois anos desenvolve uma pesquisa corporal “PISC in À” baseada em um de seus contos e na obra “Amor Líquido” de
Zygmunt Bauman.

Na sua trajetória em São Paulo trabalhou em 2012 na Cia. Circo de Trapo realizando contação de histórias, mediação de leituras e intervenções a partir do clown. Integrou o grupo “Alma Ambiental” desde 2008 estabelecido como Ponto de Cultura e assistido pelo Fundo Especial do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Em 2008 e 2009 fez parte do espetáculo socioambiental “Antes que a Terra Fuja” apresentado na COHAB José Bonifácio em um dos projetos do grupo contemplado pelo Centro Cultural da Juventude de São Paulo. Ainda neste trabalhou como arte educadora em outro projeto chamado Ciclohabitarte.

Em 2011 fez parte do elenco de apoio da ópera Rigoletto dirigida por Felipe Hirsh para reinauguração do Teatro Municipal de São Paulo. Em julho de 2009 participou como atriz e perfomer do espetáculo francês “Les Rois Faignants”, Cie Transe Express.
Em 2010 participou do núcleo “Esquadros” dirigido por Luís Fernando Marques do grupo XIX produzindo “Aquele outro eu que
agora é você” – Uma Viagem cênica e emocional na rua Augusta.
Produziu, colaborou e atuou no espetáculo Nekropolis contemplado pelo Pro-grama de Assistência à Cultura 2010 de Circulação.

Em 2009 trabalhou como assistente de direção no espetáculo “O Arquiteto e o Imperador da Assíria” direção de Haroldo Costa
Ferrari participando das temporadas em São Paulo (Satyros 2) e Rio de Janeiro (Teatro Leblon).
Em junho 2006 de direção e atriz participou da criação do espetáculo “Musas da Garoa” apresentado no Teatro Parlapatões.
Cursou a formação do ator com duração de três anos na Escola Livre tendo oportunidade de se dedicar a imersão da pesquisa e ao aprendizado coletivo. Durante os anos na Escola Livre em processo colaborativo criou e atuou em espetáculos, dentre eles se destacam “O Amor montado no Tempo” pelo núcleo de teatro de rua dirigido por Ana Roxo, “O Poder, o Amor e o Tempo” direção de Edgar Castro, “Os Cegos de Brughel” direção e dramaturgia de Antônio Rogério Toscano, “Ai de Mim” direção e dramaturgia Antônio Rogério Toscano, “Como você acha que vai ser o futuro” direção Denise Weinberg e Alex Tenório. Este último circulou na mostra de teatro do TUSP em 2008.

Em 2005 participou da mostra do Cemitério de Automóveis no Centro Cultural São Paulo no espetáculo “Tanto Faz” um texto de Reinaldo Moraes dirigida por Mário Bortolotto. Ainda neste ano conheceu o espaço Nova Dança conseguindo uma bolsa de estudos e permanecendo por três anos investigando a cena teatral e o corpo com Georgette Fadel e Tica Lemos.
Em 2004 participou da ocupação do Teatro Eugênio Kusnet pela Cia. Livre subsidiada pela lei de Fomento de São Paulo. Nesse
período, pode estagiar em diversas funções desde o trabalho como bilheteira até operação de luz e som. Participou como atriz da leitura dramática da peça “Brutal” direção e texto de Mário Bortolotto e do espetáculo infantil “Ratinho Corajoso” dirigido por Edgar Castro em processo colaborativo. Esta peça teve uma remontagem no ano seguinte, em 2005, no Teatro Sérgio Cardoso e paralelamente ao trabalho no Arena atuou como Cosette em uma adaptação de Gabriel Catellani em “Os Miseráveis”no atual Teatro do Ator.

Em Minas Gerais participou das peças : “Lili no Curso de Bruxas”, “Política dos Ursos” direção: Marcelo do Vale e “Esta noite se
Improvisa” texto de Pirandello coordenação de Aderbal Freire Filho no Galpão Cine Horto. Produziu performances e intervenções de rua.
Atuou em alguns curtas metragem: “ToyStation” (direção Pedro Marques) , “Sampa do Amor” (direção: Frann Ferraretto e Gabriela Ramos) “Jibóia” (direção:Rafael Bulhões), “Comunhão de Bens”(dir. Ana Cherulli), “Um Sonho na Augusta”(direção Danilo Freitas), “Happy End” direção de (direção Gustavo MacNair). “Sobre Fantasma e Loucos” (direção de Celso Prudente).

IDIOMAS :
Inglês: Intermediário
Espanhol: Fluente
Francês : Básico

Altura: 1,69 | Manequim: 36 | Cintura: 63 | Quadril: 94
Busto: 81 | Sapato: 36 | Olhos: Castanho |Cabelo: Castanho

AV. DAS AMÉRICAS, 500
RIO DE JANEIRO - RJ

21 99486 6635
21 96710 9056

CONTATO@ACMPRODUCOES.COM